Todos os Escritores do Mundo têm a Cabeça Cheia de Piolhos

Sementes boas e plantadas com muita paciência... e agora, os deliciosos frutos!
Depois da parceria solidária da Vaidosa Raposa Gulosa, o contacto com o escritor José Luís Peixoto foi inevitável e culminou neste projecto que com muito orgulho vejo agora publicado.
Este livro segue a mesma linha divertida e inesperada que já lhe conhecia da "raposa" e foi com um enorme prazer que voltei a construir imagens para esta dança de palavras aparentemente impossíveis de ilustrar.
Mas piolhos? Sim.
Que nojo... ou talvez não!
E estão na cabeça de todos os escritores? Estarão?
Convido-vos a descobrir este livro juntamente com as vossas crianças. Posso garantir-vos que tanto elas como os mais crescidos sentirão comichão na cabeça e conseguirão entrar (por uma porta) numa história dentro da história, como só o génio do José Luís Peixoto consegue fazer desenrolar.

A ele, só lhe posso agradecer pela confiança no meu trabalho, que acreditou desde logo na minha capacidade de levar a bom porto as ilustrações deste projecto, muito antes de eu mesma acreditar que conseguiria.
Chegará às livrarias na primeira semana de maio.
Piolhos!? Sim, piolhos... venham eles, MUITOS... TODOS OS DIAS

Segundo Rita Pimenta no Público:

"(...) Um livro sobre a escrita e o processo criativo de um escritor mais vocacionado para adultos e que tem aqui uma boa aliada na ilustração. Rita Correia mistura técnicas — diferentes para o que se passa dentro e fora da cabeça. Cá fora, as imagens têm corpo e textura. Lá dentro, há apenas contornos finos de personagens e cenários.
A ilustradora faz retratos expressivos e facilmente reconhecíveis de escritores famosos e amplia a narrativa. Uma dupla feliz."

Segundo Elvira Cristina Silva no seu Cócegas na Mente:

"(...) Em jeito de parábola o texto é altamente contagiante, provocando a comichão constante. A ilustração, também revela o seu sentido figurado, oferece camadas de leitura, alargam o rumo do texto e espicaçam o olhar atento para a dimensão criativa da narrativa. Os pormenores são imensos. Referências literárias e gráficas perspicazes e com sentido de humor."






Sem comentários: